Japonesa é indicada para chefiar missão de paz da ONU em Belgrado

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, nomeou uma funcionária japonesa de alto escalão para liderar o escritório da organização na capital sérvia de Belgrado. Yamashita Mari vai trabalhar junto à missão de paz da ONU que atua no Kosovo.

Um porta-voz das Nações Unidas informou, na terça-feira, que Yamashita vai ocupar o cargo de representante e diretora do escritório da ONU em Belgrado.

Atualmente, ela atua como vice-diretora da Divisão Ásia-Pacífico dos Departamentos de Assuntos Políticos e de Construção da Paz e o de Operações de Paz das Nações Unidas.

Conflitos étnicos na antiga Iugoslávia duraram anos por causa da independência de Kosovo.

Uma missão da ONU atua em Kosovo para ajudar a promover sua autonomia e a conquistar a paz. As Nações Unidas também possuem um escritório em Belgrado, com o mesmo objetivo.

Yamashita começou a trabalhar nas Nações Unidas em 1990 e atuou na Armênia, na Croácia, no Nepal e em outros países. Também serviu como diretora do Centro de Informações da ONU em Tóquio.

O porta-voz afirmou que Yamashita Mari já trabalha junto à ONU há mais de 30 anos em questões de paz e segurança, diplomacia preventiva, construção da paz e assistência, tanto nas sedes da organização quanto na linha de frente.

Yamashita declarou à NHK que está ansiosa por ser nomeada para uma missão de tamanha relevância. Afirmou ainda que vai se preparar para ter um novo começo à frente do escritório.