NHK Responde – Crianças devem ser hospitalizadas por outras doenças durante a pandemia?

A NHK responde a perguntas dos ouvintes sobre o novo coronavírus. Conforme as férias de fim de ano se aproximam no Japão, nós entramos em contato com especialistas da Sociedade de Pediatria do Japão e do Centro para a Saúde e Desenvolvimento Infantil sobre como prevenir que crianças sejam infectadas pelo coronavírus.

Hoje apresentamos o oitavo episódio desta série, respondendo a seguinte pergunta: “É aconselhável adiar a internação de crianças para realização de exames ou cirurgias para outras doenças que não a Covid-19”?

De acordo com os especialistas, a prioridade deve ser a realização dos exames e cirurgias para tratar quaisquer doenças que as crianças tenham, mantendo em mente a condição de saúde da criança antes dela ser internada.

Hospitais no Japão separam os pacientes com coronavírus daqueles que são internados por outras causas. Enquanto você deve checar com o hospital no qual seu filho será internado, tal precaução serve mais para tranquilizar os pais de que a criança estará segura no hospital.

A expectativa é de que as infecções de coronavírus continuem, portanto o tratamento e exames para outras doenças devem ser priorizados. Caso a data para internação já tenha sido marcada, você deve prestar atenção no estado de saúde da criança a partir de duas semanas antes da data de hospitalização, como também deve evitar atividades que possam aumentar o risco de contrair o coronavírus. Restrições podem ser aplicadas sobre a internação de crianças caso elas não estejam se sentindo bem ou caso tenham entrado em contato com alguém que tenha apresentado sintomas de resfriado.

As informações apresentadas são do dia 21 de dezembro. Elas podem ser confirmadas no site em português da NHK-WORLD JAPAN e na página da NHK no Facebook.