Premiê japonês vai aos EUA para participar de cúpula da Otan

O primeiro-ministro do Japão, Kishida Fumio, partiu para os Estados Unidos nesta quarta-feira (10) para participar da cúpula da Otan.

Quatro parceiros da Otan no Indo-Pacífico — Japão, Coreia do Sul, Austrália e Nova Zelândia — estão programados para participar da reunião em Washington. A expectativa é que as quatro nações confirmem que vão expandir a cooperação com a organização em áreas como resposta a ameaças de ataques cibernéticos e desinformação, entre outras.

Kishida planeja reafirmar que o Japão vai continuar apoiando a Ucrânia. Também espera que laços mais fortes com a Otan e outros países levem à paz e à estabilidade no Leste Asiático, incluindo o próprio Japão, destacando que a segurança da Europa e da Ásia é inseparável, tendo em vista as movimentações da Rússia e da China.