Ao menos 37 pessoas foram atacadas por ursos no Japão desde abril

Autoridades japonesas afirmam que pelo menos 37 pessoas em 16 províncias foram atacadas por ursos selvagens no período de abril a 3 de julho. Deste total, duas pessoas foram mortas.

Segundo autoridades, durante o mesmo período do ano fiscal de 2023, 39 pessoas foram atacadas por ursos. Naquele ano, o número de ataques de ursos atingiu um recorde.

A estimativa é de que o número total atinja seu pior nível histórico neste ano fiscal, que começou em abril.

O professor Koike Shinsuke, da escola de pós-graduação da Universidade de Agricultura e Tecnologia de Tóquio, diz que a população de ursos selvagens deve aumentar e suas áreas de habitat provavelmente devem se expandir no longo prazo.

Ele disse que não se surpreenderá se sérios danos causados por ataques de ursos, como observados na província de Akita no ano passado, ocorrerem também em qualquer parte do Japão.

Aconselha moradores locais a remover possíveis iscas que atraiam ursos, como colheitas armazenadas e lixo, antes que o número de ataques aumente no outono.

Algumas províncias, de Hokkaido à região central do Japão, estão emitindo alertas e avisos sobre ursos. Autoridades têm aconselhado as pessoas a verificarem informações sobre avistamentos dos animais nos sites dos governos provinciais a fim de evitar se deparar com ursos.