Companhia ferroviária japonesa JR Oeste começará a utilizar robô em trabalhos de manutenção

A companhia ferroviária japonesa JR Oeste afirmou que, a partir deste mês, começará a utilizar um robô montado em caminhão para trabalhos de manutenção e inspeção. A medida ocorre no momento em que operadoras de trens empregam novas tecnologias visando combater a escassez de mão de obra e melhorar a segurança.

A JR Oeste desenvolveu o dispositivo em conjunto com uma startup de robôs, entre outras. O robô possui dois braços que podem transportar objetos pesando até 40 quilos. Ele também tem um alcance de até 12 metros de altura e é capaz de substituir peças, pintar e aparar árvores.

Um operador controla o dispositivo usando um headset conectado a câmeras. Quando o controlador vira a cabeça, o robô faz o mesmo. O peso dos objetos levantados também pode ser sentido por meio de alavancas de controle.

O presidente da JR Oeste, Hasegawa Kazuaki, disse: “Aumentar o uso de robôs é importante para enfrentar os desafios do trabalho de manutenção e garantir operações ferroviárias estáveis e sustentáveis”.

Segundo a companhia ferroviária, o robô pode reduzir a carga do trabalho de manutenção em cerca de 30%. Também se espera que melhore a segurança quando é necessário trabalhar em ambientes perigosos, como no manuseio de cabos elétricos.