Preços de 411 itens de alimentos e bebidas aumentarão em julho

Prevê-se que os preços de 411 itens de alimentos e bebidas aumentem em julho, devido ao iene fraco, aos custos de distribuição e outros fatores.

A empresa de pesquisa privada Teikoku Databank entrevistou 195 grandes fabricantes de alimentos e bebidas em todo o Japão.

Quase metade dos itens são bebidas alcoólicas e bebidas como vinho importado, uísque e produtos de café. Os preços do pão também subirão, assim como os produtos de chocolate, devido ao aumento dos preços dos grãos de cacau.

Os preços de 10.086 alimentos devem subir de janeiro a novembro deste ano, marcando o terceiro ano consecutivo em que o número ultrapassa 10.000.

Uma alta porcentagem das empresas continuou citando custos mais altos de material e distribuição. Quase 30% citaram o iene fraco, marcando um aumento de 18 pontos percentuais em relação à mesma época do ano passado. Quase 26% disseram que os custos com pessoal foram o motivo, registrando um aumento de quase 17 pontos.

A empresa de pesquisa afirma que mais itens estão encarecendo novamente devido aos custos mais altos de importação decorrentes da maior depreciação do iene. Ela espera que os preços de até cerca de 15.000 alimentos subam até o final do ano.