Premiê do Japão anuncia subsídios de incentivo ao turismo na região de Noto, atingida por terremoto

O primeiro-ministro do Japão, Kishida Fumio, revelou um plano de apoio para promover o turismo na Península de Noto, local atingido por um terremoto na região central do Japão.

Na segunda-feira, Kishida inspecionou Wakura Onsen, na cidade de Nanao, província de Ishikawa. A popular estância de águas termais foi gravemente danificada pelo terremoto que atingiu a península no Dia de Ano-Novo. Como muitos hotéis e pousadas do local ficam de frente para uma baía, a maioria foi forçada a permanecer fechada após o colapso de paredões de proteção contra tsunamis.

Depois de ser informado sobre a extensão dos danos, o primeiro-ministro disse à imprensa que a recuperação de Wakura Onsen vai simbolizar o renascimento dos meios de subsistência da população de Noto. Ele prometeu prosseguir com os esforços de reconstrução usando todas as medidas disponíveis.

Kishida sugeriu que o governo vai liderar o trabalho de restauração dos paredões, algo necessário para a recuperação da região.

O premiê anunciou ainda um plano que visa promover o turismo com subsídios para cobrir 70% das despesas com acomodações para turistas na região de Noto. O governo vai lançar o plano assim que a área estiver pronta para receber visitantes.