Atiradores matam pelo menos 9 pessoas na república russa do Daguestão

Um grupo armado abriu fogo em duas cidades da região sul da república russa do Daguestão, em ataques que deixaram várias vítimas.

No domingo, atiradores atacaram uma sinagoga, duas igrejas ortodoxas e um posto policial em Derbent e Makhachkala.

Segundo uma organização judaica, os agressores incendiaram a sinagoga. Imagens de vídeo do local mostram a sinagoga em chamas e nuvens de fumaça saindo do prédio.

A mídia russa noticiou que foram mortas pelo menos nove pessoas, incluindo policiais e frequentadores de uma das igrejas, e que muitas outras ficaram feridas.

Não se sabe o que estaria por trás do ataque, pelo qual ninguém assumiu responsabilidade.

O Comitê Russo de Investigações abriu inquérito sobre o que considera ter sido um ataque terrorista.

Em outubro, manifestantes contrários às operações militares israelenses na Faixa de Gaza invadiram um aeroporto no Daguestão, república predominantemente muçulmana, quando passageiros desembarcavam de um voo proveniente de Israel.

Autoridades russas realizaram operações de combate ao terrorismo no Daguestão e detiveram extremistas islâmicos após um ataque terrorista a uma casa de espetáculos nos arredores de Moscou, em março.