Informes indicam 42 mortos em ataques aéreos israelenses contra a Cidade de Gaza

A agência de notícias Reuters cita um assessor de imprensa do Hamas afirmando que os ataques israelenses no norte da Faixa de Gaza no sábado provocaram a morte de pelo menos 42 pessoas.

Imagens mostraram a poeira de prédios desmoronados preenchendo o ar, pessoas carregando seus filhos e fugindo, e outras transportando os feridos em macas.

As forças israelenses informaram via rede social que seus caças bombardearam dois locais da infraestrutura militar do Hamas na Cidade de Gaza, no norte do enclave.

O número de vítimas civis segue aumentando. Autoridades do setor de saúde da Faixa de Gaza comunicaram que as forças israelenses bombardearam na sexta-feira acampamentos nos arredores da cidade de Rafah, no sul do enclave, matando pelo menos 25 pessoas.

Crescem os receios com a intensificação dos combates no norte da Faixa de Gaza. As forças israelenses informaram ter realizado um ataque no vizinho Líbano no sábado para eliminar um agente fornecedor de armas ao grupo islâmico Hamas.

Israel também declarou ter realizado ataques aéreos contra alvos militares do grupo muçulmano xiita Hezbollah no Líbano.