7 desaparecidos em queda de 2 helicópteros da Força Marítima de Autodefesa do Japão são declarados mortos

A Força Marítima de Autodefesa do Japão declarou mortos sete membros listados como desaparecidos na queda de dois de seus helicópteros em abril. Desse modo, o acidente tirou oficialmente a vida de todos os oito tripulantes a bordo das duas aeronaves.

Os helicópteros colidiram sobre o Oceano Pacífico, ao largo da Ilha Torishima, pertencente às Ilhas Izu, em 20 de abril. As aeronaves realizavam um exercício de guerra antissubmarino utilizando sonar. Um dos oito tripulantes teve rapidamente a morte confirmada, enquanto os outros sete foram listados como desaparecidos.

Na terça-feira, a Força Marítima de Autodefesa determinou que os desaparecidos estão mortos. Citou a pequena possibilidade de sobrevivência quase dois meses após o acidente.

Ela planeja promover cada uma das vítimas em uma patente e realizar uma cerimônia fúnebre no fim deste mês.

A Força Marítima de Autodefesa continuará em busca dos restos mortais dos sete tripulantes e dos destroços das aeronaves. Também está analisando as caixas-pretas recuperadas para determinar a causa do acidente.