Militares sul-coreanos acusam Coreia do Norte de enviar mais de 300 balões carregados de lixo

Os militares sul-coreanos afirmam que, desde a noite de sábado, a Coreia do Norte já enviou mais de 300 balões carregando lixo para a Coreia do Sul.

O Estado-Maior Conjunto informou ter detectado cerca de 330 balões lançados pela Coreia do Norte, sendo que alguns foram encontrados em Seul, a capital, e no norte da província de Gyeonggi.

Cerca de 80 balões teriam supostamente caído na Coreia do Sul, sendo recolhidos pelos militares e pela polícia do país.

Segundo a Coreia do Sul, a carga dos balões era lixo, como papel, e não havia sido encontrado nenhum material perigoso. Seul acrescentou que muitos balões parecem ter caído no mar e em áreas montanhosas.

Trata-se da terceira vez desde maio que Pyongyang lança balões com lixo rumo à Coreia do Sul. A ação seria uma aparente retaliação aos panfletos contra Pyongyang lançados via balão por um grupo de desertores norte-coreanos a partir da Coreia do Sul.

O gabinete presidencial sul-coreano realizou na manhã de domingo uma reunião do Conselho de Segurança Nacional para debater formas de resposta.

O governo da Coreia do Sul está considerando a retomada das transmissões de propaganda via alto-falantes direcionados para a Coreia do Norte, nas proximidades da linha de demarcação militar que separa as duas Coreias.

Fontes no ministério encarregado pela defesa sul-coreana indicaram na terça-feira que o órgão está pronto para reiniciar as transmissões com alto-falantes a qualquer momento, dependendo da situação.