Colômbia vai suspender as exportações de carvão para Israel

A Colômbia anunciou que suspenderá suas exportações de carvão para Israel devido as operações militares israelenses na Faixa de Gaza.

O presidente Gustavo Petro disse nas redes sociais no sábado que as exportações serão suspensas até que Israel pare com seus ataques contra civis em Gaza.

A Colômbia é um dos maiores exportadores de carvão para Israel. O governo colombiano afirma que o carvão representou 90 por cento das exportações do país para Israel entre janeiro e agosto do ano passado.

A Colômbia sofreu um conflito interno envolvendo grupos guerrilheiros de esquerda que durou mais de meio século. Israel prestou assistência militar e os dois países desenvolveram relações estreitas.

Petro se tornou o primeiro presidente esquerdista da Colômbia em 2022.

O presidente colombiano tem criticado repetidamente o governo do primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu, e anunciou no mês passado que a Colômbia romperia as relações diplomáticas com Israel.

Governos de esquerda de outros países latino-americanos também têm tomado medidas para revisar suas relações com Israel. No ano passado, a Bolívia rompeu os laços diplomáticos com o país do Oriente Médio e o Chile chamou de volta seu embaixador.