Manifestantes se reúnem em frente à Casa Branca para exigir cessar-fogo imediato em Gaza

Milhares de manifestantes se reuniram em Washington, a capital americana, para exigir um cessar-fogo imediato entre Israel e o grupo islâmico Hamas na Faixa de Gaza.

Manifestantes vieram de vários lugares dos Estados Unidos no sábado em resposta aos apelos de grupos árabe-americanos, em meio a uma paralisação nas negociações para concretizar um cessar-fogo e a libertação dos reféns.

Uma praça em frente à Casa Branca foi tomada por manifestantes portando cartazes com dizeres como “Pare o genocídio” ou “Pare o auxílio militar para Israel”.

Um manifestante afirmou desejar que as táticas sangrentas acabem e que crianças não sejam mortas.

Ele acrescentou querer que o presidente Joe Biden trabalhe pelo cessar-fogo e que os Estados Unidos não deveriam estar apoiando Israel.

Muitos nos Estados Unidos estão manifestando apoio a Israel. Contudo, à medida que mais e mais civis são mortos em Gaza, Biden e seu governo, que fornece apoio militar a Israel, estão enfrentando críticas crescentes.

A guerra em Gaza pode gerar impactos na eleição presidencial americana em novembro.