Mais de 30% dos apartamentos na Vila Olímpica dos Jogos de Tóquio não têm residentes

A NHK obteve informações de que mais de 30% das unidades nos prédios de apartamentos da Vila dos Atletas dos Jogos Olímpicos de Verão de Tóquio não têm residentes registrados.

O local, denominado Harumi Flag, se localiza em frente à Baía de Tóquio, no distrito de Chuo, na capital japonesa.

O Governo Metropolitano de Tóquio construiu na área um condomínio de 17 prédios formados por 2.690 apartamentos, voltados principalmente para famílias. Os moradores começaram a se mudar para o local em janeiro.

A NHK informou, anteriormente, que empresas tinham adquirido algumas das unidades para investimento, e que muitos desses apartamentos estavam sendo destinados a locação ou revenda em sites imobiliários.

Recentemente, a NHK descobriu que havia residentes registrados em 1.747 unidades em 1º de junho, enquanto 943 outras não tinham, o que representa mais de 30% do total. Não foi confirmado se havia pessoas residindo nessas unidades ou não.

Nozawa Chie, professora da Universidade Meiji, é especialista em política habitacional. Ela afirmou que, com a aquisição de unidades por parte de investidores, os apartamentos estão ficando fora do alcance de pessoas que realmente querem morar no local.

Ela acrescentou que o Governo Metropolitano de Tóquio deveria ter restringido as compras de investidores para que mais pessoas pudessem morar no condomínio e registrar sua residência.