Governo japonês investiga montadora Suzuki; Toyota e Mazda suspendem produção em diversas fábricas

O governo do Japão lançou uma investigação in loco na sede da Suzuki Motor, situada na região central do país, sobre dados de testes falsificados. Já as montadoras Toyota Motor e Mazda Motor iniciaram a suspensão da produção em diversas fábricas.

Na quinta-feira, funcionários do Ministério dos Transportes, Infraestrutura e Turismo foram até a sede da Suzuki, na província de Shizuoka. Desse modo, ela se tornou a terceira fabricante automotiva a ser investigada.

A medida ocorreu após revelações esta semana de que a Suzuki e outras quatro montadoras de veículos japonesas — Toyota, Mazda, Yamaha e Honda — falsificaram dados de testes de desempenho para obter a certificação exigida para produção em massa.

Funcionários do ministério estão verificando os registros de dados dos testes e colhendo depoimentos de executivos e funcionários encarregados.

A Suzuki confirmou ter falsificado os resultados dos testes de freio em 2014 para um modelo do veículo Alto, que já deixou de ser produzido.

O Ministério dos Transportes deu início às investigações nas sedes da Toyota e da Yamaha também nesta semana.