Agência espacial do Japão receberá amostras de asteroide da Nasa

A Nasa fornecerá à agência espacial japonesa amostras que coletou de um asteroide no ano passado. A Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (Jaxa) manifestou expectativa de que novos resultados científicos sejam possíveis por meio da comparação com amostras de um asteroide coletadas por sua própria sonda em 2019.

A missão da Nasa Osiris-Rex — projeto de obtenção de amostras de asteroides — trouxe de volta à Terra, em setembro do ano passado, uma cápsula que havia coletado areia e outras amostras de Bennu, asteroide localizado entre as órbitas da Terra e de Marte.

A agência espacial americana já havia assinado acordo de fornecimento à Jaxa de parte das amostras no prazo de um ano após o retorno da cápsula à Terra.

Na quarta-feira, pesquisadores da Jaxa explicaram a jornalistas de que modo a agência planeja analisar o total de 0,6 grama de amostras que a Nasa lhe fornecerá neste verão japonês.

Informaram a construção recente de uma sala limpa com instrumentos que possibilita medições e análises não destrutivas do teor de água e de matéria orgânica.

Em 2020, a sonda Hayabusa2, da Jaxa, trouxe à Terra amostras do asteroide Ryugu.