4 presos em Hong Kong no 35º aniversário da repressão na Praça da Paz Celestial

As autoridades de Hong Kong prenderam quatro pessoas no 35º aniversário da sangrenta repressão aos protestos pró-democracia que ocorreram na Praça Tiananmen, ou Praça da Paz Celestial, em Pequim em 4 de junho de 1989.

As prisões foram feitas na terça-feira. A segurança estava rígida em locais ao redor de um parque onde as pessoas em Hong Kong costumavam se reunir para vigílias anuais no dia 4 de junho. O evento não é realizado desde 2019, devido à repressão do governo.

Policiais de Hong Kong dizem que prenderam quatro pessoas com idades entre 23 e 69 anos. Informaram que uma mulher de 68 anos foi detida sob suspeita de violar a nova lei de segurança nacional de Hong Kong, que entrou em vigor em março. Dizem que ela gritou palavras de ordem na rua com a intenção de incitar o ódio contra as autoridades, incluindo o governo chinês.

As autoridades também transportaram outras cinco pessoas, incluindo um japonês, para uma delegacia. Mas eles teriam libertado os indivíduos mais tarde.