Ministérios japoneses vão responder rapidamente ao escândalo de testes envolvendo montadoras

O ministro dos Transportes, Infraestrutura e Turismo do Japão, Saito Tetsuo, considerou lamentáveis os últimos escândalos envolvendo cinco montadoras de veículos. Segundo Saito, elas minam os próprios fundamentos do sistema de certificação. Ele disse que sua pasta verificará rapidamente se os veículos afetados atendem aos padrões nacionais de segurança.

Em entrevista coletiva, na terça-feira, o ministro declarou: “Até onde sabemos neste momento, o número de modelos e unidades afetados é limitado em comparação com os do caso Daihatsu. Efetuaremos nossos próprios testes imediatamente para não prolongar o efeito negativo que a suspensão dos embarques de veículos terá na economia.”

Por sua vez, o ministro da Economia, Comércio e Indústria, Saito Ken, afirmou que sua pasta está se preparando para lidar com quaisquer danos financeiros ou interrupções na indústria automotiva causados pelo escândalo. Saito disse: “Vamos verificar o grande impacto que isso pode ter sobre os fornecedores e estar prontos para tomar as medidas necessárias”.