Governo japonês realiza inspeção in loco na sede da Toyota Motor

Autoridades do governo do Japão estão conduzindo uma inspeção in loco na sede da Toyota Motor na província de Aichi, região central do país.

A investigação ocorre após a empresa e quatro outras montadoras japonesas terem admitido falsificar resultados de testes de desempenho para obter certificações para seus produtos.

A inspeção do Ministério dos Transportes, Infraestrutura e Turismo iniciada nesta terça-feira tem como base a lei de veículos rodoviários. O órgão está tentando determinar dados dos testes falsificados e as regras internas relacionadas. Os inspetores também estão interrogando executivos e outros funcionários.

A Toyota confirmou ter falsificado dados relacionados a testes de colisões simuladas entre veículos e pedestres. Os testes envolveram três modelos de automóveis que se encontram atualmente em produção.

A montadora também admitiu ter manipulado a construção de veículos usados em testes de colisão envolvendo quatro modelos que já deixaram de ser produzidos.

As outras fabricantes de veículos que admitiram a má conduta são: Mazda, Yamaha, Honda e Suzuki. O ministério afirma que inspeções in loco também serão realizadas nessas empresas.

Nota editorial: Em nossa versão original da notícia, escrevemos que "A Toyota confirmou ter falsificado dados relacionados a ferimentos na cabeça sofridos por pedestres durante colisões." Alteramos a frase para deixar claro o fato de que os dados foram baseados em simulações, e não em acidentes reais.