Sheinbaum será a primeira presidente mulher do México

Claudia Sheinbaum declarou que se tornará a primeira presidente mulher do México, em seu discurso de vitória após a eleição de domingo.

A ex-prefeita da Cidade do México, do partido governista da esquerda, Morena, fez o discurso após as autoridades eleitorais anunciarem que os resultados preliminares mostram que ela recebeu entre 58% a 60% dos votos.

Sheinbaum venceu com uma ampla margem sobre sua rival mais forte, Xochitl Galvez, ex-senadora e candidata pela coalizão oposicionista. A eleição foi, efetivamente, uma disputa entre as duas candidatas.

Sheinbaum disse que, pela primeira vez nos 200 anos de história da república, ela se tornará a primeira presidente mulher do México. Ela acrescentou que é uma vitória não somente para ela, mas para todas as mulheres.

Sheinbaum teve o apoio do atual presidente López Obrador, que manteve altos índices de aprovação. Durante a campanha eleitoral, ela fez apelos de que dará continuidade às políticas de bem-estar social e de segurança de Obrador.

Ela assumirá o cargo em meio a uma onda de incidentes violentos, tais como assassinatos e sequestros por cartéis de drogas e outras organizações criminosas.