OPEP+ concorda em estender por um ano a redução da produção de petróleo

Um grupo de grandes nações produtoras de petróleo, conhecido como Opep Plus, concordou em estender por um ano sua estrutura atual de redução da produção até o final de 2025.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo e outros grandes países produtores de petróleo, como a Rússia, realizaram uma reunião ministerial on-line no domingo. Em um comunicado emitido após a reunião, o grupo disse que concordou em prolongar os cortes atuais que deveriam expirar no final deste ano. Isso significa que uma redução de 3,66 milhões de barris por dia continuará em 2025.

Oito membros, incluindo Arábia Saudita e Iraque, também estenderão os cortes voluntários de 2,2 milhões de barris por dia em três meses até o final de setembro. Eles dizem que eliminarão gradualmente os cortes a partir de outubro, enquanto monitoram as tendências do mercado de petróleo bruto.

Os preços dos contratos futuros do petróleo bruto subiram em abril devido à preocupação de que a situação no Oriente Médio se torne mais tensa devido ao aumento das tensões entre Israel e Irã. Atualmente, os preços estão caindo em relação a esse nível.

Aparentemente, a Opep Plus está buscando impulsionar os preços do petróleo por meio da redução contínua da produção à luz da crescente incerteza sobre as perspectivas da economia chinesa e outros fatores.