Mídia estatal chinesa informa que sonda Chang'e-6 do país pousou no lado oculto da Lua

A imprensa estatal da China relatou que uma sonda lunar não tripulada do país pousou no lado oculto da Lua na manhã de domingo.

A Televisão Central da China informou que a sonda Chang'e-6, lançada no início do mês passado, começou a descida pouco depois das 6h, horário de Pequim, e pousou com sucesso cerca de 15 minutos depois.

Autoridades do setor espacial da China divulgaram imagens supostamente obtidas pela sonda Chang'e-6 durante o pouso.

A área de pouso é próxima ao polo sul lunar. Cientistas mencionam que existe a possibilidade de existência de gelo no lado oculto da Lua, o qual pode ser transformado em água potável e combustível.

A sonda Chang'e-6 está mantendo comunicação com a Terra através de um satélite de retransmissão. Autoridades chinesas informam que a sonda terá como objetivo coletar amostras de solo e rocha por cerca de dois dias a partir de domingo. Estas seriam as primeiras amostras a serem trazidas de volta à Terra provenientes do lado oculto da Lua.

A missão visa abrir caminho para o estabelecimento de uma base lunar onde astronautas possam permanecer.

Os Estados Unidos e a Índia também estão realizando explorações em áreas próximas ao polo sul da Lua.