Presidente americano revela proposta de Israel para cessar-fogo em Gaza com resposta positiva do Hamas

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, revelou uma nova proposta de Israel para um cessar-fogo em seu conflito contra o grupo islâmico Hamas na Faixa de Gaza. O Hamas demonstrou uma resposta positiva.

Biden divulgou este plano de três fases na Casa Branca na sexta-feira, afirmando: “É hora desta guerra acabar”. Biden informou que a primeira fase duraria semanas. Este estágio envolveria um cessar-fogo “total e completo”, a retirada de forças israelenses de todas as áreas povoadas de Gaza, e o retorno de reféns, incluindo mulheres, idosos e feridos, em troca da libertação de prisioneiros palestinos.

Segundo o presidente americano, na segunda fase haveria uma troca pela libertação de todos os reféns vivos restantes e a cessação permanente das hostilidades. Biden declarou que um grande plano de reconstrução teria início na fase três.

O presidente americano informou que a proposta israelense foi transmitida ao Hamas por intermediários do Catar.

O Hamas declarou no mesmo dia ter aprovado o teor do discurso de Biden. O grupo afirmou que estava pronto para lidar “de forma positiva e construtiva” com qualquer proposta baseada em um cessar-fogo permanente, na retirada das tropas israelenses de Gaza, na reconstrução, no retorno das pessoas deslocadas e na conclusão de uma troca de prisioneiros, caso o governo de Israel esteja claramente comprometido com tal acordo.

O gabinete do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, comunicou em uma declaração ter autorizado a equipe de negociação a apresentar um esboço para concretizar a libertação de cativos, insistindo que a guerra não terminará até que todos os seus objetivos sejam alcançados, incluindo o retorno de todos os reféns e a eliminação das capacidades militares e de governo do Hamas.