Japão, EUA e Coreia do Sul reafirmam cooperação para lidar com lançamentos de mísseis pela Coreia do Norte

Altos funcionários governamentais do Japão, dos Estados Unidos e da Coreia do Sul condenaram o lançamento de mísseis balísticos pela Coreia do Norte na manhã desta quinta-feira e manifestaram determinação de manter a cooperação trilateral para lidar com a questão.

Segundo o Ministério da Defesa do Japão, o lançamento foi realizado por volta das 6h13. Pelo menos um dos mísseis balísticos alcançou altitude máxima de cerca de 100 quilômetros e percorreu uma distância de mais de 350 quilômetros. Aparentemente todos os projéteis caíram ao largo da costa leste da Península Coreana, fora da Zona Econômica Exclusiva do Japão.

Conversaram por telefone após o lançamento dos mísseis o vice-diretor-geral do Departamento de Assuntos Asiáticos e da Oceania do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão, Hamamoto Yukiya; o vice-representante especial dos Estados Unidos para a Coreia do Norte, Jung Pak; e o diretor-geral da política da Coreia do Sul em relação à Península Coreana, Lee Jun-il.

As três autoridades confirmaram que o lançamento dos mísseis pela Coreia do Norte viola resoluções pertinentes do Conselho de Segurança das Nações Unidas. Além de decidir dar continuidade à cooperação recíproca sobre a questão, eles condenaram fortemente a ação de Pyongyang como uma ameaça à paz e à segurança da região e da comunidade internacional.