Preços de serviços entre empresas no Japão aumentam no ritmo mais rápido desde 1991

O Banco do Japão disponibilizou dados que mostram que, em abril, os preços dos serviços entre empresas do país subiram no ritmo mais rápido desde 1991, quando comparados ano a ano e eliminados os impactos de aumentos de impostos.

Na terça-feira (28), o banco declarou que, em abril, seu Índice de Preços ao Prestador de Serviços aumentou em 2,8% em relação ao ano anterior.

O banco central monitora de perto os preços dos serviços, pois eles tendem a refletir os custos trabalhistas com mais precisão do que preços de commodities. Decisores no banco buscam sinais de que tenha iniciado um ciclo virtuoso entre salários e preços.

Os preços no setor de engenharia civil e construção aumentaram 7,5%, enquanto os custos de reparo de máquinas aumentaram 5,5%. Os custos de transporte rodoviário de carga registraram um aumento de 3,1% após a introdução de um limite de horas extras para motoristas de caminhão em abril.

Um número crescente de empresas aumentou salários de funcionários devido à escassez de mão de obra e ao aumento dos preços. O Banco do Japão afirma que há também uma tendência de que os custos trabalhistas mais altos sejam repassados aos preços de bens e serviços.