Japão permanecerá vigilante após fracasso no lançamento de satélite da Coreia do Norte

O governo japonês permanecerá em alerta para um possível lançamento de um satélite pela Coreia do Norte.

Pyongyang disse que sua última tentativa de lançar um satélite de reconhecimento militar na segunda-feira falhou depois que o foguete que o transportava explodiu durante o primeiro estágio do voo.

O secretário-chefe do Gabinete do Japão, Hayashi Yoshimasa, condenou o lançamento. Ele declarou: “uma série de ações norte-coreanas, incluindo lançamentos repetidos de mísseis, ameaçam a paz e a segurança de nosso país, da região e da comunidade internacional”.

Ele afirmou ainda que o lançamento viola as resoluções relevantes do Conselho de Segurança das Nações Unidas e é um problema sério que diz respeito à segurança do povo japonês.

O governo japonês planeja continuar tomando medidas para se preparar para novas provocações. As medidas incluem o destacamento contínuo de unidades de mísseis interceptores PAC-3 nas Ilhas Sakishima, na província de Okinawa.

O Ministério da Defesa do Japão afirma que estudará os dados do último lançamento e analisará como isso pode afetar os futuros planos de lançamento de satélites de reconhecimento militar da Coreia do Norte.