Declaração conjunta é adotada na cúpula trilateral entre Japão, China e Coreia do Sul

Os líderes do Japão, China e Coreia do Sul adotaram uma declaração conjunta que inclui o compromisso de continuar com os esforços em prol de uma solução política na questão da Península Coreana.

A cúpula trilateral entre o primeiro-ministro japonês, Kishida Fumio, o primeiro-ministro chinês, Li Qiang, e o presidente sul-coreano, Yoon Suk-yeol, foi realizada em Seul na segunda-feira.

A declaração diz que os líderes reafirmaram seu comprometimento com os propósitos e os princípios da Carta das Nações Unidas e com uma ordem internacional baseada no Estado de Direito e no direito internacional.

Também diz que os líderes concordaram que a cúpula trilateral, assim como a reunião trilateral dos ministros das Relações Exteriores sejam realizadas de forma regular, sem interrupções.

Os líderes prometeram determinar e implementar projetos de cooperação mutuamente benéficos centrados em seis áreas principais, tais como intercâmbios de pessoas, desenvolvimento sustentável, incluindo medidas contra mudanças climáticas, e cooperação econômica e transações comerciais.

Os dirigentes também reafirmaram que a manutenção da paz, a estabilidade e a prosperidade na Península Coreana e no Nordeste Asiático vão de encontro aos interesses comuns dos seus países e é uma responsabilidade comum que eles compartilham.

A declaração diz que os líderes reiteraram suas posições sobre a paz e a estabilidade regionais, desnuclearização da Península Coreana e a questão dos sequestros.