Coreia do Norte planeja lançar o que chama de satélite

A Guarda Costeira do Japão diz que foi informada pela Coreia do Norte sobre seu plano de lançar o que chama de satélite artificial em algum momento entre 27 de maio e 3 de junho.

O projétil provavelmente cairá em uma das três áreas: duas no Mar Amarelo, a sudoeste da Coreia do Norte, e uma no Oceano Pacífico, ao leste das Filipinas. Todas estão fora da zona econômica exclusiva do Japão.

As autoridades estão pedindo às embarcações que operam nas águas que estejam atentas à queda de objetos.

A força-tarefa do governo japonês no gabinete do primeiro-ministro está coletando e analisando informações.

O primeiro-ministro Kishida Fumio instruiu os ministérios e agências relevantes a fornecerem informações apropriadas às pessoas por meio de uma ampla coleta e análise de informações.

Ele disse que o Japão trabalhará em estreita colaboração com os Estados Unidos e a Coreia do Sul e exortará fortemente Pyongyang a exercer autocontrole.

Kishida instruiu as agências governamentais a tomarem todas as medidas possíveis para se preparar para quaisquer eventualidades.