Espécime recém-identificado de lobo japonês extinto faz parte de mostra especial em Tóquio

Um espécime recém-identificado de lobo japonês extinto fez sua estreia pública, na terça-feira, em Tóquio. Uma jovem estudante ajudou inicialmente a identificar o espécime empalhado.

O lobo faz parte, agora, de uma exposição especial intitulada “Mamíferos 3 — O Desfile da Vida” no Museu Nacional da Natureza e da Ciência, em Ueno, região da capital japonesa. Anteriormente, ele fazia parte de uma coleção do próprio museu, mas erroneamente identificado como uma espécie de yamainu, ou cachorro selvagem.

Komori Hinako, estudante do segundo ano do ensino fundamental II de Tóquio, se juntou a especialistas e concluiu em um relatório divulgado em fevereiro que o espécime provavelmente é um lobo japonês que foi mantido no Zoológico de Ueno há mais de um século.

A equipe começou a estudá-lo depois que Komori viu o animal empalhado em 2020 e se perguntou se era realmente um lobo japonês que ela tinha visto nos livros.

Segundo o museu, o espécime é o quarto exemplar do animal extinto no Japão. Os outros três encontram-se no mesmo local, e também na Universidade de Tóquio e na Universidade de Wakayama.

Kawada Shin-ichiro, do departamento de zoologia do Museu Nacional da Natureza e da Ciência, faz parte da equipe de pesquisa. Ele disse que o espécime é importante para explorar as características da espécie extinta.

Komori afirmou estar feliz que o espécime esteja sendo exibido. Ela acrescentou achar que o animal empalhado é fofo.