NHK Responde: Cuidado com anúncios suspeitos de emprego (5) — Agentes de vendas de produtos on-line

A NHK responde a perguntas relacionadas à garantia do bem-estar no dia a dia. Tem sido registrados numerosos casos em que residentes estrangeiros no Japão se envolvem em crimes após se candidatarem a “empregos fáceis e bem remunerados”, publicados em redes sociais. Nesta série, damos enfoque a trabalhos, chamados de empregos obscuros de meio período, que você nunca deve aceitar, e este segmento trata da questão de agentes de vendas de produtos on-line.

De acordo com a polícia, há um número cada vez maior de anúncios que tentam atrair estrangeiros para empregos enganosos através das mídias sociais, usando frases como “altos salários apenas vendendo produtos on-line” ou “você receberá pagamento simplesmente emprestando sua conta no site de mercado de pulgas”. Essas atividades suspeitas, que envolvem vendas de itens de marcas falsificadas ou produtos adquiridos ilegalmente, constituem atos criminosos.

Em agosto de 2023, a Polícia da Província de Osaka prendeu um homem chinês sob a suspeita de violar a Lei de Dispositivos Farmacêuticos e Médicos. O homem, na faixa dos 30 anos de idade, possuía 148 peças de cosméticos falsificados de marcas famosas para fins de venda. A polícia afirma que o homem faz parte de um grupo criminoso que vende cosméticos falsos. Descobriu-se também que seus membros estavam reunindo pessoas para divulgar ou entregar produtos por meio de um site de rede social chinês. A polícia também prendeu dois outros chineses sob a suspeita de vender produtos falsificados.

Você deve tomar cuidado para não se envolver em crimes por meio de chamadas que usam palavras enganosas como “dinheiro fácil” ou “não é ilegal”. Não deixe de entrar em contato com a polícia se você estiver em apuros ou tiver alguma preocupação.

Essas informações são do dia 17 de maio de 2024.