NHK Responde: Cuidado com anúncios suspeitos de emprego (3) Recebimento e encaminhamento de pacotes

A NHK responde a perguntas relacionadas à garantia do bem-estar no dia a dia. Ocorreu uma série de casos em que residentes estrangeiros no Japão se envolveram em crimes ao se candidatarem a “empregos fáceis e de alta remuneração” publicados nas redes sociais. Nesta série, compartilhamos exemplos de empregos de meio período que nunca se deve aceitar. Esta edição se concentra em trabalhos de recebimento e encaminhamento de pacotes.

O Departamento da Polícia Metropolitana de Tóquio alerta contra postagens nas redes sociais que prometem grandes recompensas pelo que se afirma ser um simples trabalho de meio período como recebedor de pacotes. A polícia afirma que tais postagens de oferta de emprego aumentaram recentemente em plataformas de redes sociais usadas por residentes estrangeiros no Japão.

As postagens alegam que o trabalho consiste apenas em encaminhar um pacote, enviado para a casa do contratado, para um endereço designado ou em receber um pacote em uma casa desocupada. Um número crescente de pessoas tem se inscrito nesse tipo de trabalho, sem suspeitar que se trata de um crime.

A polícia afirma que os pacotes contêm itens como mercadorias compradas on-line de maneira ilegal, usando o ID e a senha de outras pessoas, dinheiro roubado em fraudes ou drogas ilícitas. As autoridades alertam que receber ou encaminhar esse tipo de pacote pode constituir crime. Em termos práticos, receber um desses pacotes pode ser considerado roubo ou outros tipos de infração. Entrar em uma casa desocupada para receber um pacote pode ainda resultar em uma acusação adicional de invasão de propriedade.

A polícia apela às pessoas que não se envolvam nesses trabalhos, advertindo que podem ser condenadas como cúmplices de um crime grave por causa do que acreditavam ser um mero trabalho de meio período.

Essas informações são do dia 15 de maio de 2024.