Marcha pela paz marca o 52º aniversário de devolução de Okinawa ao Japão

Pessoas em Okinawa, no sul do Japão, realizaram uma marcha anual pela paz para marcar o 52º aniversário da devolução da província ao Japão.

Okinawa foi devolvida em 15 de maio de 1972, depois de permanecer sob administração dos Estados Unidos no período do pós-guerra. Mais de meio século depois, cerca de 70% das instalações militares americanas em território japonês ainda estão localizadas na província. Na época em que ocorreu a devolução, os habitantes queriam que as instalações dos Estados Unidos fossem reduzidas para pelo menos o mesmo nível de outras partes do Japão, mas isso ainda não ocorreu.

Na cidade de Ishigaki, grupos de moradores e sindicatos trabalhistas organizam uma marcha pela paz, todos os anos nessa data, pedindo uma Okinawa livre de bases militares.

O Japão inaugurou uma base da Força Terrestre de Autodefesa em Ishigaki em março do ano passado, com o objetivo de fortalecer a defesa das ilhas do sudoeste do país.

Na quarta-feira, cerca de 50 pessoas marcharam aproximadamente 9,4 quilômetros pela cidade. Elas se opõem ao posicionamento de uma unidade de mísseis na região.

Um dos organizadores da marcha, Hateruma Tadashi, declarou que se mantém firme na luta contra o posicionamento da unidade de mísseis. Ele acrescentou que continuará falando que a paz é o mais importante, pelo bem de seus filhos.