Polícia japonesa diz que número de itens perdidos atingiu novo recorde em 2023

A polícia japonesa afirma que o número de itens perdidos que lhe foram entregues chegou a quase 30 milhões no ano passado, um novo recorde.

A Agência Nacional de Polícia afirma que cerca de 29.787.000 itens perdidos foram entregues à polícia em todo o país em 2023, um aumento de cerca de 3,15 milhões em relação ao ano anterior. Esse é o número mais alto desde que a polícia começou a registrar tais dados em 1971.

A agência atribui o aumento a um crescimento no tráfego de pedestres desde que as restrições da Covid-19 foram suspensas em maio do ano passado. O recorde anterior foi estabelecido em 2019, quando cerca de 29.750.000 itens foram reportados.

A agência diz que os itens perdidos mais comuns são dispositivos eletrônicos de pequeno porte, como fones de ouvido sem fio e miniventiladores portáteis.

Afirma ainda que houve um aumento no número de itens como ecobags, dispositivos eletrônicos de tabaco e carregadores de bateria portáteis entregues à polícia.

A polícia especula que as pessoas estejam carregando mais coisas à medida que produtos menores se tornam mais populares.

Pede às pessoas que prestem mais atenção aos seus pertences e façam um boletim de ocorrência assim que notarem a falta de alguma coisa.