Zelenskyy afirma que ataques russos na Carcóvia visam dispersar forças ucranianas

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskyy, diz que ataques transfronteiriços russos à região da Carcóvia, no leste do país, visam dispersar as forças ucranianas à medida que intensos combates prosseguem na região de Donetsk.

Zelenskyy fez a observação em imagens divulgadas no domingo (12).

Afirmou que intensas operações de combate estão em andamento em várias frentes em Donetsk, além das batalhas na Carcóvia. Apesar de reconhecer as dificuldades da Ucrânia, disse que seu país irá conter as ofensivas de Moscou.

Forças russas que cruzaram a fronteira pelo norte da Ucrânia estão intensificando as operações na Carcóvia. O Ministério da Defesa da Rússia anunciou, no domingo, que capturaram mais quatro vilarejos.

No mesmo dia, o governador da região de Carcóvia disse que os ataques russos continuavam dia e noite no norte da região.

O governador disse que dois civis foram mortos e que, nos últimos dois dias, cerca de 4 mil residentes foram deslocados.

A região de Belgorod, no oeste da Rússia, faz fronteira com a Ucrânia. O governador disse, no domingo, que forças ucranianas bombardearam um apartamento de 10 andares na capital regional, matando pelo menos oito pessoas.

A Ucrânia negou envolvimento, afirmando que as acusações visam justificar novos ataques da Rússia.