Putin vai substituir titular da Defesa, Sergey Shoigu, por um economista

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, propôs que o ministro da Defesa, Sergey Shoigu, seja nomeado secretário do Conselho de Segurança da Rússia.

A Presidência fez o anúncio no domingo.

Putin vem trabalhando em uma reforma ministerial desde o início do seu quinto mandato, em 7 de maio. Ele apresentou novas propostas de nomeação ao Conselho da Federação — o Senado russo.

Shoigu, titular do Ministério da Defesa desde 2012, será substituído pelo primeiro vice-premiê interino, Andrei Belousov, responsável por medidas econômicas.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, explicou as razões apresentadas por Putin ao propor a nomeação de um civil para o cargo de ministro da Defesa.

Segundo Peskov, o presidente decidiu ter um civil à frente do ministério porque vence nos campos de batalha atuais quem está mais receptivo a inovações, mais aberto à execução ágil de medidas militares.

Além disso, Peskov citou a carreira política de Belousov na área econômica, já que o país faz crescente dispêndios em defesa para dar continuidade à invasão da Ucrânia.

Putin também propôs que permaneçam nos cargos o ministro das Relações Exteriores, Sergey Lavrov, e o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia, Valery Gerasimov.