Inundações matam pelo menos 160 pessoas no Afeganistão

As inundações causadas pelas fortes chuvas que atingiram as províncias do norte do Afeganistão, incluindo Baghlan e Takhar, por volta da sexta-feira mataram pelo menos 160 pessoas.

O governo interino do Talibã está pedindo ajuda à comunidade internacional.

Um porta-voz da Autoridade Nacional de Gestão de Desastres diz que mais de 220 pessoas ficaram feridas nas inundações.

Mais de 8.000 casas foram danificadas total ou parcialmente e muitas pessoas perderam suas casas.

Abrigos seguros, bem como suprimentos de comida e água, estão acabando.

A Organização Mundial da Saúde afirma que dados recentes indicam um aumento no número de casos de doenças transmitidas pela água, principalmente diarreia e infecções de pele, nas regiões afetadas pelas inundações.

O ministro interino das Relações Exteriores do governo talibã, Amir Khan Muttaqi, diz que a onda de inundações recentes é muito destrutiva e que o país precisa de muita ajuda.