Observatório japonês confirma tempestade geomagnética

A Agência de Meteorologia do Japão informa ter confirmado uma tempestade geomagnética, uma perturbação no campo magnético da Terra, após relatos de uma série de fortes erupções solares.

Autoridades da agência declararam que a tempestade foi monitorada no início do sábado por seu observatório geomagnético na cidade de Ishioka, província de Ibaraki, ao norte de Tóquio. Segundo as autoridades, a tempestade começou pouco depois das 2h da manhã, e as flutuações do geomagnetismo até as 9h da manhã superaram em dez vezes a alteração diária usual.

Isto ocorre após o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação e Comunicação do Japão ter informado que erupções solares da categoria mais intensa foram observadas seis vezes entre quarta e sexta-feira.

Tempestades geomagnéticas podem interferir nas telecomunicações, mas os funcionários da agência informam que o impacto deste mais recente fenômeno ainda não foi determinado.

Segundo o observatório, há muito tempo não eram detectadas flutuações tão grandes quanto desta vez. A entidade informa que tempestades geomagnéticas podem ocorrer com frequência, já que é aguardado um aumento da atividade solar até o decorrer do próximo ano.