Premiê japonês planeja participar de conferência na Suíça sobre paz na Ucrânia

Segundo fontes do governo do Japão, o primeiro-ministro Kishida Fumio planeja participar de uma conferência internacional a ser realizada na Suíça em junho com o objetivo de discutir um processo de paz para a Ucrânia.

Neste mês, o governo suíço anunciou a realização da Cúpula sobre Paz na Ucrânia na estância de Bürgenstock nos dias 15 e 16 de junho, em meio à prolongada invasão da Ucrânia pela Rússia.

Segundo Berna, os participantes vão discutir, entre outras propostas, um plano de paz defendido pela Ucrânia com 10 pontos, incluindo a retirada das tropas russas e a restauração da integridade territorial da Ucrânia.

O governo suíço disse ter convidado mais de 160 delegações de todo o mundo.

Segundo fontes do governo japonês, Kishida pretende visitar a estância suíca, atendendo ao convite.

Na quinta-feira, o secretário-chefe do Gabinete, Hayashi Yoshimasa, disse que a conferência é importante para a comunidade internacional poder mostrar seu apoio aos esforços da Ucrânia para obter a paz justa e duradoura.

Durante a reunião, Kishida deve enfatizar os compromissos inabaláveis do Japão para ajudar a Ucrânia e manter sanções contra a Rússia.

Antes de sua visita à Suíça, Kishida pretende participar de uma reunião de cúpula do G7, que será realizada na Itália a partir do dia 13 de junho.