Ucranianos comemoram a Páscoa ortodoxa

A população da Ucrânia comemorou a Páscoa ortodoxa orando pelo fim da invasão russa. Pessoas foram vistas participando das missas no domingo, apesar do medo de um ataque a locais de oração.

Os fiéis que compareceram à missa da igreja Neopalima kupina, em Kiev, trouxeram cestas contendo bolos tradicionais e ovos decorados. Eles também acenderam velas.

Soldados e policiais foram enviados para a igreja em meio a preocupações de que lugares lotados pudessem ser alvos de ataques.

Uma mulher de 63 anos, cujo filho mais velho morreu no conflito há dois anos, disse que espera que a luta termine em breve para que os soldados possam mais uma vez abraçar suas famílias.

Um homem de 28 anos disse que a Páscoa é importante porque une as pessoas e eleva o moral.

Em uma mensagem para a nação, o presidente Volodymyr Zelenskyy destacou que “a Bíblia nos ensina a amar ao próximo”. Ele também exortou as pessoas a protegerem umas às outras.

Aparentemente se referindo à Rússia, Zelenskyy disse: “E nosso antigo vizinho, que sempre nos obrigava a considerá-lo irmão, permanece distante de nós por séculos”.