Líder do Hamas analisa proposta de cessar-fogo

O Hamas afirma que o líder do grupo islâmico está examinando uma proposta de cessar-fogo em Gaza com um “espírito positivo”.

Em comunicado divulgado nas redes sociais na quinta-feira (2), o Hamas disse que Ismail Haniyeh conversou por telefone com o chefe da Inteligência egípcio.

O Egito é um dos mediadores de um acordo de cessar-fogo entre Israel e o Hamas na Faixa de Gaza e a libertação dos reféns restantes mantidos no enclave.

Segundo a declaração, Haniyeh garantiu ao Egito que uma delegação do Hamas iria ao Cairo o mais rápido possível “para concluir as negociações em andamento”.

Órgãos de imprensa com sede no Oriente Médio citaram uma fonte egípcia dizendo que uma delegação do Hamas chegaria ao Cairo em dois dias.

No entanto, o destino das negociações ainda é incerto. O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu parece pronto para prosseguir com um planejado ataque terrestre em Rafah. A cidade do sul de Gaza agora abriga cerca de 1,2 milhão de pessoas, incluindo muitos deslocados internos de outras partes do enclave.

Enquanto isso, forças israelenses deram continuidade aos ataques a Gaza na quinta-feira (2). A imprensa local informa que dezenas de pessoas foram mortas ou feridas.

Autoridades de saúde em Gaza afirmam que ataques israelenses ceifaram a vida de 34.596 pessoas desde o início dos combates, em 7 de outubro.