Secretário de Estado dos EUA exorta Israel e Hamas a aceitarem trégua

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, tentou novamente trazer representantes de Israel e do Hamas para a mesa de negociações. Ele se encontrou com membros do Conselho de Cooperação do Golfo na segunda-feira em Riade, na Arábia Saudita.

Blinken disse aos líderes das nações do Golfo e da Autoridade Palestina que ele viu um “progresso mensurável” na situação humanitária em Gaza. No entanto, ele mencionou que uma solução “mais justa” seria chegar a um cessar-fogo e fazer os reféns mantidos pelo Hamas voltarem a suas casas.

Blinken deseja que os israelenses tomem medidas concretas para proteger os civis em Gaza. Ele demanda que os líderes do Hamas aceitem o que ele chama de uma proposta “extraordinariamente generosa”. Os negociadores não divulgaram os termos da última proposta de trégua de Israel, mas segundo relatos da mídia, os israelenses estão abertos para discutir o fim do conflito em troca da libertação dos reféns. “A única questão que existe entre o povo de Gaza e um cessar-fogo é o Hamas”, disse Blinken.

Os relatórios também dizem que os negociadores do Hamas estão no Cairo para se reunir com mediadores do Egito e do Catar, e citam fontes israelenses dizendo que seus representantes se dirigirão para lá na terça-feira.

Blinken afirmou que os diplomatas americanos não estão “esperando um cessar-fogo” para pressionar por mais ajuda e proteger os trabalhadores humanitários.