Banco do Japão mantém sua política monetária inalterada

O Banco do Japão afirmou que vai manter sua política monetária inalterada. O anúncio ocorreu, na sexta-feira, ao término da reunião de dois dias do órgão.

Desse modo, o banco central japonês decidiu manter a política adotada em março.

Foi quando ele acabou com sua política de taxas de juros negativas e elevou as taxas de curto prazo para um patamar entre zero e 0,1%. De acordo com o órgão, a meta será mantida.

Os formuladores de políticas também continuarão adquirindo títulos do governo japonês aproximadamente no mesmo nível de antes.

Por outro lado, o banco central japonês elevou sua previsão de inflação para o ano fiscal de 2024, que começou em abril. Agora, espera-se que os preços aumentem 2,8% - acima dos 2,4% previstos em janeiro. Essa é a previsão média do índice de preços ao consumidor e exclui alimentos perecíveis.

O Banco do Japão elevou ainda sua previsão para o próximo ano fiscal para 1,9%, em comparação ao 1,8% anterior. Já para o ano fiscal de 2026, o órgão espera que os preços aumentem 1,9%.