NHK Responde: Infecções transmitidas por carrapatos (3) — Síndrome de Trombocitopenia Febril Grave

A NHK responde a perguntas relacionadas à garantia do bem-estar no dia a dia. Vem aumentando nos últimos anos no Japão a incidência de doenças transmitidas por carrapatos que habitam áreas arborizadas e campos. Entre seus sintomas estão febre ou diarreia, que podem ser fatais em casos graves. Na série sobre pontos a observar e modos de evitar picadas, o destaque desta terceira edição é uma doença infecciosa transmitida por carrapatos.

Várias doenças infecciosas são transmitidas por carrapatos, mas causa preocupação especial a Síndrome de Trombocitopenia Febril Grave, de sigla SFTS em inglês. Os pacientes apresentam vários sintomas, como febre, tosse, vômito e diarreia. Em casos graves, a doença pode causar hemorragia constante e levar à morte. Não há tratamento eficaz e afirma-se que a taxa de mortalidade varia de 10% a 30%. O Instituto Nacional de Doenças Infecciosas informa que, em 2023, ocorreram no Japão 133 casos — o maior número nos 11 anos de disponibilidade dos registros. A síndrome é contraída por meio de picadas de carrapatos, mas há casos em que a transmissão ocorre por intermédio de animais de estimação infectados. Em abril do ano passado, foi registrado o primeiro contágio entre seres humanos no Japão.

Estas informações são de 25 de abril de 2024.