Biden sanciona pacote e afirma que ajuda militar à Ucrânia será imediata

O presidente dos Estados Unidos sancionou quarta-feira um projeto de lei de ajuda externa que inclui suporte à Ucrânia equivalente a mais de 60 bilhões de dólares, seguindo-se a meses de discussões entre congressistas.

Joe Biden declarou na Casa Branca: “É um bom dia para a América. É um bom dia para a Europa. É um bom dia para a paz mundial. Isto terá consequências, de fato.”

Acrescentou que as medidas tornam os Estados Unidos e o mundo mais seguros.

O presidente aprovou um envio inicial de veículos blindados e munições para sistemas de defesa aérea, artilharia e foguetes, no valor de 1 bilhão de dólares. Disse que a aprovação vai garantir que as entregas passem a ser feitas “imediatamente”.

Dirigentes ucranianos ressaltaram que farão de tudo para recuperar o tempo perdido.

Volodymyr Zelenskyy comentou: “Sou grato ao presidente Biden e ao Congresso, a todos os americanos que sentem a necessidade de fazer o chão de Putin ruir”.

Dirigentes na Rússia sustentam que os embarques não vão mudar a situação na linha de frente. Já anunciaram que vão atacar bases onde estejam armamentos fornecidos pelos Estados Unidos.