Moradores de Wajima ainda sem água viajam de ônibus até casa de banhos

Começou a funcionar o transporte por ônibus até uma casa de banhos para moradores da cidade de Wajima que permanecem sem água encanada desde o terremoto do primeiro dia do ano.

Mais de um mês após o terremoto, aproximadamente 10 mil domicílios e negócios permanecem sem abastecimento de água na cidade da província de Ishikawa, situada na região central do Japão.

As Forças de Autodefesa providenciaram instalações temporárias de banho quente na cidade, mas o uso é limitado.

O governo provincial deu início neste domingo a excursões de um dia que conduzem moradores de Wajima até uma casa de banhos situada na cidade de Hakui, onde eles podem usar uma banheira coletiva.

Quatro interessados inscritos previamente embarcaram de manhã no ônibus diante de uma escola do 2º ciclo do Ensino Fundamental, em Wajima. Levavam consigo uma muda de roupas para vestir depois de um banho relaxante.

Uma mulher na faixa dos 50 anos disse ter sido informada de que ainda levará algum tempo para a normalização do abastecimento de água à sua moradia. Explicou que, antes do terremoto, tomava banho diariamente e que agora passou a perceber com clareza a importância da água.

O governo provincial informa que, até o dia 22, o ônibus fará a viagem uma vez por dia, aos domingos, nas terças-feiras e nas quintas-feiras.