Zelenskyy substitui comandante-chefe das forças ucranianas

O presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy falou sobre a intenção de “redefinir” o “rumo da liderança da Ucrânia” nos esforços de guerra contra a Rússia. Anunciou, na quinta-feira, que irá substituir o comandante-chefe das forças do país.

Zelenskyy postou um vídeo nas redes sociais expressando gratidão ao general Valerii Zaluzhnyi por dois anos de serviço.

Zelenskyy disse que o país provou ser capaz de conseguir “retomar o controle do espaço aéreo ucraniano”, mas, infelizmente, não conseguiu atingir seus objetivos “em solo”. Afirmou que as tropas precisam de uma “abordagem diferente” em relação à mobilização e ao recrutamento para superar a sensação de “estagnação”.

Zaluzhnyi confirmou que teve uma “conversa séria e importante” com o presidente. Disse que as “incumbências” do passado são diferentes das do presente e concordou com a necessidade de uma nova estratégia na guerra.

A mídia local vinha reportando que Zelenskyy teria recusado um pedido de Zaluzhnyi de mobilizar até 500 mil novos soldados.

O novo comandante-chefe será o coronel-general Oleksandr Syrskyi, que liderava as forças terrestres desde 2019.

A mudança de comando ocorre em um momento em que as forças ucranianas estão ficando sem soldados e munições na linha de frente e têm tido dificuldade em repelir tropas russas em face da intensificação das batalhas terrestres no leste do país.