Relato da mídia diz que é necessário mais tempo para trégua entre Israel e Hamas

Um relato da mídia diz que é necessário mais tempo para que Israel e o grupo islâmico Hamas cheguem a um acordo, que leve a uma pausa nos combates na Faixa de Gaza.

Citando fontes egípcias, um relato da Al Jazeera, com sede no Catar, estima que novas negociações levariam pelo menos 10 dias antes do início de uma trégua, como parte da primeira fase do acordo.

O desdobramento acontece depois que o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, rejeitou na quarta-feira uma proposta de cessar-fogo do Hamas. O plano de três estágios propõe uma trégua completa na Faixa de Gaza e a libertação dos reféns mantidos pelo grupo.

O Hamas disse, na quinta-feira, que sua delegação tinha chegado ao Cairo para continuar as conversações com o Catar e o Egito, os mediadores das negociações.

Os militares israelenses anunciaram, na quinta-feira, que estão intensificando sua ofensiva na parte oeste de Khan Younis, no sul de Gaza. Segundo Israel, o Hamas tem seu principal posto avançado na cidade. Israel também está pronto para expandir sua operação terrestre na cidade de Rafah, no sul, onde mais de um milhão de palestinos estão abrigados.

As autoridades do setor de saúde de Gaza afirmaram, na quinta-feira, que 130 pessoas morreram nas últimas 24 horas, elevando o número de mortos para 27.840.