Voluntários começam a auxiliar remoção de escombros do terremoto em localidade japonesa

Voluntários começaram a ajudar a população da localidade de Noto, da província de Ishikawa, que sofreu grandes estragos no forte terremoto do primeiro dia do ano.

Desde o dia 27, o governo da província vem despachando voluntários para áreas afetadas pelo terremoto, incluindo as cidades de Nanao e Suzu.

Na manhã desta quinta-feira, chegaram à localidade de Noto 11 pessoas cadastradas pelo governo provincial. Elas se dirigiram aos locais designados logo depois de receber pás, luvas e outros utensílios para remoção de escombros deixados pelo terremoto.

Um voluntário de 40 anos, proveniente da província de Akita, da região norte do Japão, disse que estava ali para retribuir um favor porque muitas pessoas foram ajudar quando uma forte enxurrada assolou a sua província.

Shoji Yoshihiro, responsável pelo centro de voluntários para assistência em desastres da localidade de Noto, diz que as pessoas afetadas aguardam ansiosamente esse tipo de auxílio. Ele pretende agilizar as atividades de voluntariado com o acolhimento de pessoas de fora da província de Ishikawa.

Com base no curto horário de luz solar nesta época do ano, no Japão, e na situação das rodovias, a prefeitura da localidade está limitando a atuação dos voluntários a quem possa retornar ainda de dia e trabalhar até as 15 horas. O centro pretende aumentar o número de voluntários e o seu horário de atuação em conformidade com a situação local.