Japão intensifica medidas contra disseminação da peste suína africana

O Ministério da Agricultura do Japão decidiu intensificar as medidas destinadas a conter um vírus suíno que está se espalhando na Coreia do Sul.

Autoridades da pasta afirmam que todas as pessoas que entrarem no Japão terão suas solas de sapatos desinfetadas em portos e aeroportos contra a peste suína africana. Também dizem que os veículos que chegam por balsa serão desinfetados.

Autoridades do ministério dizem que o vírus vem avançando na cidade de Busan, no sudeste da Coreia do Sul, desde dezembro do ano passado. Quase todos os porcos e javalis que contraem a doença morrem, embora a enfermidade não seja transmitida a humanos.

O Japão ainda não registrou nenhuma infecção. Mas a falta de uma vacina eficaz gera preocupações sobre a potencial devastação que um surto pode vir a causar aos animais.

Segundo o ministério, um javali infectado foi encontrado perto de um terminal de balsas sul-coreano que se conecta a Kyushu, no Japão, e a outros destinos. Kyushu representa cerca de 30% do total de porcos criados no Japão.

O ministério também está preocupado de que os feriados do Ano Novo Lunar possam trazer uma onda de turistas ao Japão.

A pasta afirma que irá trabalhar junto aos governos provinciais para conscientizar os pecuaristas da região.