Comitê do PLD do Japão aprova plano de novo programa para trainees estrangeiros

Legisladores do principal partido situacionista do Japão, o Partido Liberal Democrático (PLD), aprovaram uma proposta do governo de mudar um programa de treinamento prático voltado a estrangeiros.

Na segunda-feira, o governo submeteu a proposta a um comitê especial do PLD. O plano foi compilado com base em um relatório apresentado por um painel de especialistas em novembro do ano passado.

A proposta recomenda a abolição do atual programa para estagiários técnicos estrangeiros e substituí-lo por um novo. Em princípio, o novo esquema teria como objetivo fornecer treinamento a estrangeiros de forma que eles obtenham um certo nível de conhecimento e habilidades em três anos.

O plano seria aplicado às mesmas indústrias que são cobertas pelo programa para trabalhadores com qualificações específicas em áreas como de cuidados a idosos e deficientes físicos, construção civil e agricultura. Contudo a proposta também diz que deverá haver discussões sobre como estender o plano a outras indústrias, de modo a garantir mão de obra suficiente.

A proposta também diz que estagiários estrangeiros poderão mudar de emprego dentro do mesmo setor, o que, em princípio, não se permite de acordo com o esquema vigente.

O governo planeja realizar uma reunião com os ministros relevantes ainda nesta semana para decidir oficialmente a adoção da proposta, após obter a aprovação do Partido Komei, parceiro da coalizão governista.